ESEF | http://esef.br

Palestra sobre Drogas com Prof. Wagner Bom Schiavi

Publicada em 16/08/2017 às 14:36

Nos últimos dias 11 e 12 foram realizadas duas edições de uma palestra que havia tempo estava na agenda da ESEF: informar objetivamente sobre um dos grandes perigos que assolam os jovens (e não somente os adolescentes) do mundo, incluindo Jundiaí: as drogas, sejam elas lícitas ou ilícitas.

O palestrante se formou na ESEF nos cursos de licenciatura e bacharelado, além de Especialização em Treinamento Resistido, e há muitos anos é investigador na Policia Civil, atuando na Delegacia Seccional de Franco da Rocha (Demacro) no serviço de prevenção de drogas.

A palestra foi acompanhada por cerca de 60 estudantes e professores da ESEF, além de pessoas da comunidade, que ouviram com muito interesse as explicações do Prof. Wagner, e no final puderam esclarecer diversas dúvidas. Além de trazer números relativos aos efeitos do uso de drogas lícitas como álcool e tabaco, mas também de drogas ilícitas como maconha, heroína, crack, e outras drogas sintéticas, explicou também detalhes sobre perigos envolvidos no uso de suplementos alimentares muito frequentes no ambiente do exercício físico tais como certos preparados de aminoácidos, muito apreciados pelos frequentadores de academias de musculação. Quanto à maconha, ressaltou que o público mais vulnerável dessa droga é o dos adolescentes, já que em pessoas abaixo de 25 anos a droga pode causar danos ao desenvolvimento do cérebro.

O Prof. Wagner afirmou que a entrada no mundo das drogas normalmente se dá pela curiosidade, e solicitou a participação e alguns dos presentes em uma dinâmica, em que provou o que disse: mesmo que outros antes deles tivessem experimentado o cheiro de uma substância desconhecida e demonstrado nojo, alguns dos voluntários não resistiram à curiosidade de querer experimentar cheirar a substância também. A suscetibilidade ao vício que muitas vezes vem em seguida à curiosidade, segundo o Prof. Wagner, é determinada em boa parte pela genética, mas as influências do meio também são fortes.

Nesse momento da prevenção, ressaltou que o fator mais importante no trabalho de educadores, que pode contribuir mais significativamente para reduzir o apelo das drogas para os jovens, é torna-los menos suscetíveis à tentação do prazer e da satisfação rápidos é permitir que os jovens desde a mais tenra idade desenvolvam sua autoconfiança bem como sua autoestima e segurança em dizer não, além de modelar os valores humanos. Um adolescente que se sente abrigado pela família e pelos amigos sentirá muito menos atração pelas drogas que uma pessoa que se sente abandonada, sem amparo pelos que a rodeiam. Os desafios do esporte, encarados no ambiente controlado da escola, do clube, do centro esportivo ou da equipe, que o jovem aprendeu a vencer passo a passo, permitem que ele experimente e prove a si mesmo que é capaz de vencer desafios, vencer provocações por forças próprias e que não necessita lançar mão de substitutos químicos para se sentir forte, físico ou afetivamente.

A palestra, planejada para durar cerca de duas horas, acabou terminando bem depois do horário programado, de forma que muitos que participaram não puderam sair na foto tirada no final!




Link original: https://esef.br/2017/08/16/palestra-sobre-drogas-com-prof-wagner-bom-schiavi/